Diário de bordo de Luiz Jr. Fernandes

Parque Nacional Torres del Paine no Chile

Além de visitar o Parque Nacional Torres del Paine, realizamos um tour de um dia completo para ver a Geleira Grey (Glaciar Grey), as cachoeiras e as fantásticas torres de granito que formam o complexo del Paine. Camping? Trilhas? Escaladas no Chile?! Vá a Torres del Paine!

Encontre o Post!

Translate it to any language:

Últimos posts

Alcançando os céus, quase que totalmente verticais, mais de 2000 metros acima das vegetações e planícies patagônicas, as Torres del Paine são espetaculares pilares de granito que dominam as paisagens de um dos mais finos parques nacionais da América do Sul. O custo para a entrada no Parque é de cerca de 20.00 U$ e as Torres são apenas uma das atrações deste explendoroso destino chileno. Este parque foi estabelecido no ano de 1959 e tornou-se parte da reserva de biósfera da Unesco em 1978 e possui uma riqueza de valor singular, tanto em fauna quanto flora. Alguns dos visuais do Parque podem ser conferidas pelas fotos abaixo. As cachoeiras parecem ser de um verde surreal.

Cachoeiras em Torres del Paine

Cachoeiras em Torres del Paine

Para aqueles que são adeptos a escaladas e trilhas este é o destino perfeito no Chile. Para se ter uma idéia da extensão, o Parque de Torres del Paine possui cerca de 181,000 hectares com uma rede de trilhas altamente desenvolvida e "refugios", áreas de camping e estrutura hoteleira de alto nível para abrigar qualquer tipo de turista.

O maciço de montanhas del Paine formaram este "pequeno" sistema montanhoso independente dos Andes Patagonicos. Há 12 milhões de anos. Esta formação rochosa granítica simplesmente brotou da terra quando a falha do estreito de Magalhães foi formada, o que empurrou as rochas sedimentarias desta região para cima, formando o hoje as conhecidas Torres del Paine.

As fantásticas Torres del Paine no Chile

As fantásticas Torres del Paine no Chile

O clima no parque é um mutante. Em um mesmo dia você enfrentará situações típicas das quatro estações do ano. A realidade é que o clima é apenas uma reflexo básica no ambiente do impacto direto das maravilhas naturais que este parque abriga. Existem guias de viagens tanto em Punta Arenas quanto em Puerto Natales que partem para um dia de viagem guiada até este parque, mais você também pode se informar sobre uma estadia maior para camping. É recomendável possuir um meio próprio de deslocamento (seja carro, cavalos, bicicletas, motos, vale tudo!), já que o parque é imenso e as distâncias tornam-se maiores com o vento/clima patagônico.

O Glacial Grey faz parte do complexo Parque Nacional Torres del Paine e pode ser apreciado desde seu imenso lago até suas geleiras mais distantes se o visitante desejar realizar a tradicional trilha W que cruza este glacial. O impressionante mesmo é notar que os icebergs ocupam uma boa área da região do lago Grey e você pode até tocá-los! Veja as fotos feitas no lago Grey com o Glacial Grey ao fundo:

O Glacial Grey em Torres del Paine

O Glacial Grey em Torres del Paine

Geleira Grey Torres del Paine - Dalée Chile!

Geleira Grey Torres del Paine - Dalée Chile!

Lago Grey e os Icebergs do Glaciar Grey

Lago Grey e os Icebergs do Glaciar Grey

Este Parque está posicionado a mais de 100km de Puerto Natales por uma ótima rodovia que passa por Villa Cerro Castillo, onde existe a fronteira de Cancha Carrera (Chile-Argentina). Quando chega-se a Administração do parque ainda existirá cerca de 37 kms de uma estrada cascalhada cheia de mirantes de tirar o fôlego até o centro de visitantes Conaf. Como você vê, se você pretende visitar as Torres por mais dias, você tem que planejar muito antecipadamente a sua estadia em algum "refugio" afim de não ter dores de cabeça e passar frio fora de uma área com estrutura básica de camping. As melhores épocas para se visitar as Torres com certeza são de Dezembro a Março.

Mirantes nos caminhos de Torres del Paine

Mirantes nos caminhos de Torres del Paine

Listagem dos principais refugios para a trilha principal do Parque Nacional de Torres del Paine

  • Refugio Las Torres para Mirador Las Torres : Quatro horas de distância, em uma trilha relativamente fácil, subindo o Rio Ascencio. Existem camping e refugios em Las Torres e Chileno.
  • Refugio Las Torres para Los Cuernos: Sete horas distante, os trilheiros devem seguir o caminho sempre através da trilha baixa(a trilha alta, que é marcada nos mapas registra muitas perdas de trilheiros, cuidado com ela!)
  • Para Valle Frances: Cinco horas de Cuernos ou Pehoé, esta trilha é considerada a mais linda em tempo bom. Passa próximo de PAine Grande e Cuernos del Paine. Existem acampamentos no Otaliano e Britanico
  • Refugio do Lago Pehoé para Refugio Lago Grey: Quatro horas de distância de Pehoé, esta trilha é fácil com algumas subidas desafiadoras e vários mirantes de glaciares;

O que fazer em Torres del Paine?

  • Você pode visitar o Cemitério de Icebergs no Lago Grey. Lá existem formas de se locar um bote para ir até a parede do glaciar Grey;
  • Fazer trilhas através do glacial Grey, seguindo as trilhas existentes ao redor do Lago Grey
  • Navegar através do lago Nordenskjöld para fazer uma escalada no Valle del Francés. De lá existe a maravilhosa vista de Cuernos del Paine em um verdadeiro anfiteatro de picos de granito;
  • Escalar na Laguna Verde em uma trilha que rompe através de uma bonita floresta Magalhanica e que oferece fauna e flora únicas. Ótima também para a olhar os pássaros.
  • Você pode fazer como eu e agendar uma visita "full day" pelo Parque, que inicia ás 6 da manhã e encerra-se ás 8 da noite na qual você vai conhecer os principais pontos do parque.
  • Uma outra ótima opção é alugar cavalos e correr o parque se fronteiras.
  • Você também pode realizar o Grand Circuit ao redor das Torres. Você deve fazer isso ao menos uma vez na sua vida. Os cenários e as trilhas são de altíssimo nível, e vale lembrar que para esse circuito você vai gastar no mínimo 7 dias.
  • Se você é um escalador profissional você também pode tentar fazer a escalada das Torres;
  • Você pode também correr o Río Serrano em um kaiak;
  • Há quem diga que as pedras das Torres del Paine, devido a sua composição de granito chegam a pulsar pela energia da região. Vale a pena visitar ou não?!

Ariba por la carretera! Ahora bamos a El Calafate! ARGENTINA!

Ariba por la carretera! Ahora bamos a El Calafate! ARGENTINA! Hasta siempre!

Posts desta viagem

Luiz Jr. Fernandes

Analista de TI, empresário, fotógrafo e viajante.
Perfil do autor no , facebook e twitter.

Veja seu destino aqui Saiba como anunciar

  Se gostou, então é provável que goste também...

-