Diário de bordo de Luiz Jr. Fernandes

Visitando Bocas del Toro no Panamá

Recapitulando os arquivos da viagem até a América Central e inspirados pela recente conexão no Panamá por 11 horas para uma viagem aos Estados Unidos, chegou a hora de resgatar os melhores momentos em território panamenho no ano de 2009. Bocas del Toro é a bola da vez ;)


Encontre o Post!

Translate it to any language:

Últimos posts

Fazer escala na Cidade do Panamá nessa minha última viagem aos Estados Unidos me trouxe desejos intensos, bucólicos e totalmente extremistas de voltar a falar da minha viagem até a América Central no ano de 2008-2009. Eu viajei nessa oportunidade da Colômbia até a Guatemala, em uma viagem intensa, sem planejamentos e totalmente inexperiente, conhecendo todos os países da América Central. Eu até tenho a intenção de compartilhar de todas as experiências obtidas nesse continente, mas é tanto o que escrever, que me vejo travado no Panamá. Ainda há muito o que falar sobre Panamá, Costa Rica, Nicaragua, Honduras, Guatemala e El Salvador, que não sei por onde iniciar.

A última matéria publicada sobre essa viagem pode ser conferida aqui: Visitando as Ruínas de Panamá Viejo, eu eu ainda deu as minhas preferências para 10 lugares imperdíveis em uma viagem pela América Central, e até já conclui os relatos sobre a Colômbia, mas para finalizar com chave de ouro essa experiência panamenha, eu ainda tenho que falar sobre dois lugares incríves - San Blás e Bocas del Toro. Eu até já comentei alguma coisa no comecinho do blog sobre esses dois lugares, mas me parece que ficou incompleto, pois não registrei as minhas experiências pessoais e mais falei como um guia de turismo. Se você lê e acompanha o blog há um bom tempo, sabe que por aqui relatamos as experiências exatamente como aconteceram, ilustrando-as com dezenas de fotos, vídeos e textos. Agora, antes de dar continuidade com as matérias sobre os Estados Unidos e Miami, vamos dar uma pausa para reverenciar um pouco das belezas turísticas do Panamá e tudo o que você poderá encontrar por lá, em duas matérias: Visitando Bocas del Toro no Panamá, e vamos ainda falar sobre San Blas e os índios Kuna Yala e arremataremos com chave de ouro, quando falaremos sobre como cruzar a fronteira caminhando entre Panamá e Costa Rica, uma das fronteiras mais estranhas que já atravessei em toda a minha vida.

Assim como falar da Colômbia, para mim escrever sobre o Panamá é algo que não posso mensurar o valor. Voltar no tempo, nos dias em que caminhava sem destino por aquelas terras é simplesmente fundamental para a continuidade dos relatos sobre a América Central. O Panamá é incrível! Sensacional e paradisíaco com suas praias caribenhas, muitos brasileiros enchergam esse país como simplesmente o Hub das Américas e acabam ficando por ali apenas pelo tempo de suas conexões, sem se interessar por explorar terras tão fantásticas. Eu passei 8 dias da minha viagem na América Central nessas terras e voltaria para lá sem fazer muito esforço! Apesar de um país que tem seu turismo divulgado muito pobremente em nosso país, garanto que se você optar por passar alguns dias perambulando por aquelas terras, pensará assim como eu: o Panamá tem muito mais a oferecer do que aquilo que é divulgado em nosso país e até mesmo arriscaria dizer em nosso continente (América do Sul).

Bocas del Toro é um arquipélago de ilhas simplesmente paradisíacas no norte do Panamá, já quase na fronteira com a Costa Rica. Já San Blas está ao Sul e tem seu território controlado pelos índios Kuna Yala. Exclusivamente nesse post vamos nos focar em Bocas e principalmente nas potencialidades turísticas a serem exploradas nessa região. Se você tomar o seu tempo para analisar o mapa abaixo, vai conseguir entender um pouco do que é essa região. Essa é uma print-screen do Google Maps para o norte do Panamá. Essa região é riquíssima em arquipelágos totalmente paradísiacos, daqueles mesmo que você vê nos filmes sobre o Caribe..., areia branquinha na praia de águas com cor azul turquesa, coqueiros e uma redinha para descansar. Fato é que Bocas del Toro é uma província do Panamá e localiza-se no extremo sul da Ilha Colón. Isso tudo é um gigantesco complexo turístico, um dos maiores do Panamá, e eu lhe garanto que você poderia facilmente perder 10 dias perambulando por essas bandas sem sentir que todo esse tempo realmente passou.

Mapa do arquipélago de Bocas del Toro
Mapa do arquipélago de Bocas del Toro

Como chegar a Bocas? Eu fui de ônibus, diretão, oito horas partindo da Cidade do Panamá, mas você também pode voar até lá, já que em Bocas existe um Aeroporto Internacional, que faz conexões diárias entre a Cidade do Panamá e a capital da Costa Rica - San José. Existem milhares de panamenhos que vivem no continente e vão até a ilha diariamente para poder trabalhar e explorar as atividades turísticas dessa região. Imagine essa região como um dos principais destinos turísticos desse país e associe a ela toda a potencialidade do país do canal e então você entenderá o que estou tentando realatar aqui.

Além de simples e tranquilo, Bocas tem estrutura para agradar a todos os bolsos. Como você deve ter entendido, existem táxis marítimos que ligam o continente a Bocas diariamente. Quando visitei essa região, meu ônibus chegou ainda de madrugada e conseguimos embarcar no taxi-bote das 6 da manhã rumo a Colón. Não se preocupe pois você não vai ficar na mão por ali. Existe bem uma centena de embarcações que fretam turistas para qualquer uma das ilhas da região a preços bem acessíveis. Mas planeje antecipadamente a sua visita a essa região, pois se você planejar ficar em uma ilha mais isolada, então vai precisar de um táxi aquático privado, o que pode lhe custar alguns dólares a mais.

No albergue em Bocas del Toro com amigos
No albergue em Bocas del Toro com amigos

Bocas é um lugar onde sussego e badalação caminham lado a lado harmoniosamente. Você encontrará estrutura para fazer praticamente de tudo. Existem taxi-botes que partem para os principais destinos da região, basta se comunicar e barganhar com os taxistas para conseguir o melhor preço para seu grupo. Além disso a Ilha é muito bem servida com estrutura de albergues e hotéis que podem agradar os mais endinheirados e até mesmo aqueles que viajam no estilo mochileiro econômico.

Caminhando nas ruas de Bocas del Toro - Panamá
Caminhando nas ruas de Bocas del Toro - Panamá

E caminhando pelas ruas da Ilha Colón, na cpaital Bocas del Toro, você tem facilmente a percepção da influência da colonização dos Estados Unidos por todos os cantos. Tome o seu tempo para admirar a cidadela, as ruas e casas, desfrute de caminhadas tranquilas nas ruas de Bocas e contemple o estilo de construir que te remeterá facilmente ao príncipio do século XX. Caminhar por essas ruas e ver que não muita coisa mudou desde a época da colonização vai te fazer entender a expressividade da natureza acessível harmoniosamente ao seu contato turístico com essa Ilha.

Estilo das construções de Bocas del Toro
Estilo das construções de Bocas del Toro

E tudo faz lembrar o século passado. Desde as construções totalmente de madeira, tipicamente estado-unidenses, e até mesmo a estrutura dos albergues, que na maioria das vezes têm donos não panamenhos, mas sim, imigrantes americanos e europeus.

Arquitetura que lembra 1920 nos EUA?!
Arquitetura que lembra 1920 nos EUA?!

Mas o que verdadeiramente me impressionou nessa viagem ao Panamá e América Central, foi a quantidade de estrelas do mar que eu vi nesse lado do Caribe. Tantas que não resisti e tive que tirar uma do seu habitat natural e pela primeira vez na minha vida eu tive uma estrela do mar viva em minhas mãos.

Estrela do Mar em Bocas del Toro
Natureza convivendo harmoniosamente com o homem

Eu bem que queria uma recordação como essa do Panamá, mas sinceramente ela ficava muito mais linda no fundo do oceano, com suas cores vibrantes, encantando a outros turistas que assim como eu passariam por ali e não resistiram a tentação de ter uma em suas mãos para algumas fotos.

Estrela do mar bocas panama
Eu não consegui resistir e peguei uma estrela

Um lugar incrivelmente abundante em fauna e flora! Um ecossistema tão balanceado e livre de poluição como poucos que já tive a oportunidade de visitar. Aqui nota-se que a mão humana convive totalmente em harmonia com a natureza. As praias são limpas, de águas claras e ondas tranquilas nos arredores da Ilha, mas Bocas também é mundialmente conhecida pelas ondas fortes que atraem surfistas de vários lugares do planeta. Para encontrá-las é necessário correr o táxi-bote, mas assegure-se de ver paisagens fantásticas somente por caminhar nos arredores de Colón.

Praias e paisagens incríveis em Bocas del Toro
Praias e paisagens incríveis em Bocas del Toro

Aqui o difícil mesmo é escolher um lugar que te agrade para desfrutar o dia. Mesmo por que a mim me agradou tudo! Queria poder ter meses para explorar ao menos um lugar desses por dia. Praias e mais praias com vegetação nativa intocada e também muitos mosquitos (acredite!)

Visual fantástico em um lugar nada promovido no Brasil
Visual fantástico em um lugar nada promovido no Brasil

Em Bocas del Toro existem praias para todas as atividades. A praia la cabaña ou o Istmito, próxima ao povoado de Bocas del toro, na Ilha de Colón é perfeita para banho e bronzeamento, já na parte oriental, a praia de Boca do Dragão oferece cenários submarinos inigualáveis. Se o que você pretende é pegar onda, então as praias de Playa Larga e Cayos Zapatillas, na Ilha Bastimentos, Punta Puss Head, Pauch e Bluff são ideais para a prática do surf.

Mar do Caribe no Norte do Panamá
Mar do Caribe no Norte do Panamá

E o melhor de tudo era o custo da cerveja em lata. O frigobar do hostel ficava lotado o dia inteiro...

E não poderia faltar Atlas...
E não poderia faltar Atlas...

Praias fantásticas e simplesmente paradisíacas, paisagens impressionantes em uma Ilha rodeada de um dos ecossistemas mais intocados da América Centra, assim é a Ilha de Bocas del Toro. Um lugar que com certeza merece bis! Nos próximos episódios dessa novela panamenha, aguarde mais detalhes sobre as Ilhas de Sán Blás e seus calorosos habitantes - os índios Kuna.

Luiz Jr. Fernandes

Analista de TI, empresário, fotógrafo e viajante.
Perfil do autor no , facebook e twitter.

Veja seu destino aqui Saiba como anunciar

  Se gostou, então é provável que goste também...

Lista de Comentários

Priscila Rodrigues
21/02/2014 18:08

dúvidas Bocas del toro

Olá Luiz, lí seu blog sobre sua ida a Bocas del toro... quero passar minha lua de mel lá... mas estou receosa quanto aos valores que encontrei em alguns site... variam de R$ 650,00 a R$ 800,00 a diária...

Será que indo sem reservas para lá... lá conseguimos um valor mais acessível??
Conseguimos nos hospedar no mesmo dia que chegamos e a diária no quarto compartilhado ficou em 20 dólares, porém já que vai de lua de mel é interessante encontrar um lugar mais bonitão, e aí é que entra o custo alto das diárias.

Acho que a melhor opção possa ser também fazer uma pesquisa por redes de hotéis e tentar encontrar algum desconto no booking ou em outra rede de reserva de hospedagens.
maria jose
14/02/2012 05:55

fascinante viagem

Quero fazer esta viagem pela América Central, um lugar onde ninguém vai, ninguém sabe do seu valor! Bom saber que não é uma viagem de risco ou de perdas, mas sim de ganhos.

Andre
17/10/2012 03:49

excelente seus relatos sobra a região, to na ideia de fazer um roteiro por Panama, Costa Rica e Guatemala e o site ta sendo inspirador

-