Dicas para tirar o visto para os Estados Unidos - Levantamento dos documentos necessários - parte 2 de 3

Continuando nossa série de matérias que vão te ajudar a tirar o visto para entrar nos Estados Unidos, vamos fazer agora uma revisão dos principais documentos que você não pode esquecer de levar para a entrevista e conseguir obter sucesso em sua empreitada.

Continuando com a nossa série exclusiva de dicas para tirar o visto para os Estados Unidos, chegamos agora no momento de revisar os documentos necessários para sua entrevista na Embaixada Americana. Este é um momento muito delicado, que muitos brasileiros infelizmente se enrolam mas que na realidade é bastante simples. Você não precisa ter casas, imóveis, lotes, carros e uma conta bancária muito gorda em seu nome para ter a certeza que seu visto será aprovado. Muito pelo contrário. Através dos documentos apresentados por você é que vão avaliar a realidade da sua vida no Brasil, seus vínculos com o país e a partir daí dar o aval para seu visto. Existem vários endinheirados que por um motivo ou outro já tiveram seu visto negado, bem como pessoas simples, sem grandes poderes aquisitivos, que tiveram seu visto de 10 anos aprovados na hora, justamente por estarem sendo fiéis, relatando com transparência a realidade de suas vidas, e isso lhes garante a liberdade de ir e vir como turista internacional.

Não acredite na idéia de que apresentar documentos que não condizem com a sua realidade de vida lhe garantirão a certeza do visto no passaporte. Isso pode sim te garantir a certeza de ter seu visto negado e nunca mais poder tentar tirá-lo novamente. Estamos falando da realidade aqui: não adultere seus documentos para demonstrar que tem vínculos maiores do que possui. Não registre empresas em seu nome de última hora, muito menos adultere documentos como extratos bancários ou declarações de imposto de renda. Com certeza a Embaixada checa todas as informações antes mesmo de te chamar para a entrevista, e é aí que os brasileiros que se corrompem por essas idéias têm seus planos frustados. Mentir definitivamente não é a melhor solução nesse momento.

Os documentos e os motivos de apresentá-los

Você deve se perguntar os motivos de tanta burocracia, por que ter que levar vários documentos no dia da sua entrevista e principalmente os motivos de ter que demonstrar sua comprovação de renda e vínculos com o Brasil para obter um simples visto de turismo. E para falar sobre isso temos que voltar um pouco no tempo, antes da crise que afetou o mundo em 2010-2011.

Os Estados Unidos, gigantesca potência mundial, foi objetivo de vida para diversos imigrantes ilegais no decorrer dos últimos anos. Pessoas das mais diversas nacionalidades optaram por transformar suas vidas e simplesmente abandonaram tudo e acabaram imigrando de vez para os Estados Unidos. E muitos deles se foram totalmente ilegais, sem ter ao menos um passaporte. E aí está a origem da necessidade dos EUA em conter esses imigrantes ilegais, impondo rígidos parâmetros para todos aqueles que não têm a nacionalidade americana e desejam adentrar o território e se manter por lá pelo tempo que for.

Documentos para tirar o visto dos Estados Unidos
Documentos para tirar o visto dos Estados Unidos

Muito além disso, as políticas internas americanas exigem que os imigrantes em território estado-unidense se identifiquem pelos tipos de vistos existentes. Tenha a certeza absoluta que você terá sérios problemas para adentrar os Estados Unidos com finalidade de trabalhar portando um visto de turismo (B2). Em minha recente viagem a Miami cheguei a ouvir um relato de um argentino que tinha um visto B2 e era DJ, iria fazer um evento no território americano, contratado para isso, e quando chegou ao país, não pôde adentrar por estar indo trabalhar. Eles são realmente muito rígidos quanto á política de imigração.

Dos diversos documentos que vamos citar aqui, um se mostrou fundamental - a declaração do meu imposto de renda. Creio que foi o primeiro documento solicitado. Posteriormente me soclitiaram os meus contra-cheques ou pró-labores em caso de ser empresário. E posteriormente meu passaporte e o documento do citibank que comprova que paguei a taxa correta para o visto solicitado. Simples, básico e direto. Só me solicitaram esses documentos e com eles obtive o visto com sucesso. Vale lembrar que existem recomendações aos montões na internet para que você leve documentos que comprovem sua renda como extratos bancários, extratos de cartões de crédito, documentos de casas, imóveis e afins. Pois para mim não me solicitaram nada. Apenas os documentos mencionados acima.

A taxa para entrevista paga no Citibank
A taxa para entrevista paga no Citibank

Em todo caso, é claro que eu tinha levado todos os documentos que recomendam por aí na internet. Mas realmente não me foram solicitados. Em todo caso, eu recomendo muito que se atenha a levar todos os documentos possíveis que comprovem seu vínculo com o Brasil e que você está somente solicitando um visto de turismo e não vai fazer nada além disso por lá! Sendo assim, a lista completa de documentos que sugerimos que você tenha a tira-colo para a entrevista são os seguintes:

Documentos do Solicitante

  • Passaporte atual com validade mínima de 06 meses;
  • Passaporte anterior vencido (Se possuir vistos americanos anteriores);
  • Cópia do RG ou Certidão de nascimento;
  • Cópia do CPF (se possuir);
  • 01 formulário DS-160 totalmente preenchido, enviado e impresso para o dia da entrevista;
  • 01 foto 05 X 05 recente (máximo 06 meses/ fundo branco/ sem óculos);
  • Taxa Consular paga no Citibank mediante apresentação de passaporte e comprovante de entrevista;
  • Se for ESTUDANTE, levar Declaração da Escola dizendo que está devidamente matriculado e cursando a respectiva série; Passaporte de suporte original (passaporte com visto americano válido de parentes ou amigos que estejam viajando com o solicitante). Passaportes Originais com visto válido de parentes em primeiro grau (pai/mãe/irmão/esposo(a)/filhos) mesmo que não estejam viajando com o requerente mas que já possuam visto americano.

Para caso de passageiro que tenha sua viagem sendo custeada pelos pais (e que não conste como dependente no Imposto de Renda), ou sendo custeada por outros parentes, etc., deverá também apresentar a documentação básica acima + CARTA CUSTEIO com firma reconhecida em cartório e contendo o grau de parentesco. Esta complementação é aplicada a todos os solicitantes de baixa renda, dependentes financeiramente ou aqueles que receberam a viagem como presente de parentes.

Documentos de quem está custeando a viagem

  • Cópia do RG e CPF;
  • Comprovante de residência: LUZ e TELEFONE (originais);
  • Extratos bancários dos três últimos meses (Conta corrente/ poupança/ investimentos/ fundos);
  • Última Declaração de Imposto de Renda Completa com Recibo de Entrega Original;
  • Registro de Imóveis ou Escrituras Originais (se possuir);
  • Certificado de Registro de Veículo do solicitante ou da família;

Documentos que comprovam vínculos com o país e renda

  • Empregados: 03 últimos holerites + carteira de trabalho original.
  • Empregadores: 03 últimos pró-labores + contrato social e última alteração contratual + cópia CNPJ + I.R. pessoa jurídica completo.
  • Autônomos: Documentação básica acima + declaração da empresa em papel timbrado informando que o passageiro presta serviços, exercendo a função "X", desde "X" e que percebe "X" mensalmente ou declaração do contador informando os três últimos rendimentos + cópia carteira funcional (CRM, OAB, CRC, CREA, etc) + contrato de prestação de serviços.
  • Aposentados/Pensionistas: Documentação básica acima + 03 últimos contra cheques de aposentadoria /Pensão.
  • Proprietário de Imóveis: Documentação básica acima + contrato de aluguel + recibos dos três últimos meses.
Veja nossas últimas matérias
Clique para ver mais matérias