Mergulho com cilindro no Cenote Dos Ojos em Tulum no México

Visitamos um dos lugares mais espetaculares da Riviera Maya, o Cenote Dos Ojos, localizado próximo à cidade de Tulum, estado mexicano de Quintana Roo.

O que eu curto mesmo na Riviera Maya, território mexicano localizado no estado de Quintana-Roo, voltado para o ensolarado mar caribenho, não é somente as belas praias com coqueiros e areia em textura de talco. O que eu curto mesmo nessa região são as inesgotáveis possibilidades de planejar e desfrutar de uma viagem pagando relativamente preços bem justos em troca das experiências memoráveis que podem ser obtidas.

Uma dessas experiências eu adquiri enquanto estava de passagem por uma das cidades mais descoladas da região, a belíssima Playa del Carmen. Eu aproveitei que estava ali por alguns dias antes de embarcar de volta à Cidade do México e realizei duas atividades que realmente estavam na minha lista de desejos já há alguns anos. A primeira foi conhecer uma prática comum em várias partes do planeta mas que é desencorajada por boa parte dos ambientalistas e das entidades defensoras das espécies marinhas: o "shark feeding", mergulho com cilindro onde acompanhamos os excelentes mergulhadores da Phantom Divers de Playa del Carmen em suas operações de mergulho com a finalidade de alimentar tubarões touro (bull sharks).

A segunda e mais desejada experiência que adquiri nesta oportunidade poderia ser facilmente comparada ao melhor dos sonhos que qualquer viajante gostaria de realizar: esvaziamos dois cilindros mergulhando pelas cavernas submersas do Cenote Dós Ojos, localizado nas proximidades de Tulum, outra cidadezinha que merece a sua visita se planeja uma viagem até a Riviera Maya. Existem passeios de um dia que levam as pessoas que estão hospedadas tanto em Cancun quanto em Playa del Carmen até o lugar e realizam desde mergulhos guiados com cilindro (apenas para certificados avançados) quanto simples expedições para praticar mergulho livre com snorkel, o que é extremamente divertido para quem ainda não tirou as certificações para mergulho.

Chegada e preparativos para mergulhar no Cenote Dós Ojos - Tulum - México
Chegada e preparativos para mergulhar no Cenote Dós Ojos - Tulum - México

Ao chegar no cenote a vista é espetacular e faz com que cada centavo investido tenha valido a pena. Os raios de luz da manhã invadem a caverna e iluminam a areia branca que repousa no fundo do lago fazendo com que a lagoa reflita um mix de luzes muito convidativo ao mergulho. Sinceramente um dos lugares mais lindos que já visitei em território mexicano e sem sombra de dúvidas vou tentar encaixar essa atração novamente em uma próxima viagem que conseguir realizar até Cancun e imediações.

Aí está o grande problema: como escolher uma entre as milhares de cavernas submersas que existem na Riviera Maya?! Poderia viver um ano inteiro apenas para explorar cada um desses cenotes sem conseguir conhecer todos! Uma vez na água e parece que adentramos um mundo completamente novo!

Espetáculo de luzes nos mergulhos com cilindro no Cenote Dós Ojos
Espetáculo de luzes nos mergulhos com cilindro no Cenote Dós Ojos

Mergulho técnico em caverna é algo sério, arriscado e que possui um certo risco. Justamente por esse motivo o mergulho é estritamente recomendado apenas para mergulhadores com certificação avançada. Com relação às práticas necessárias para realizar uma experiência como essa não tem segredo: basta ser bom na flutuabilidade e seguir o líder. Existe uma linha guia conectando todo trajeto do mergulho, basta seguir o líder não desviar do caminho marcado pela linha em hipótese alguma.

Mergulho com cilindro em caverna submersa no México
Mergulho com cilindro em caverna submersa no México

O instrutor foi muito cuidadoso, verificou o equipamento de todos várias vezes antes de partirmos cenote adentro. Ele fez questão de nos orientar com o briefing inicial, explicando cautelosamente todos os desafios que teríamos que superar para desfrutar do mergulho com total tranquilidade. Nosso grupo consistia em apenas 4 pessoas, contando com o instrutor que ia sempre adiante do grupo. Todos ganharam lanternas aquáticas que juntas criavam um verdadeiro espetáculo de luzes nos corredores que conectam os grandes salões submersos.

Final do primeiro tanque e pausa antes do segundo mergulho
Final do primeiro tanque e pausa antes do segundo mergulho

A profundidade da caverna é sempre baixa, a água é salobra, consequentemente quase não necessitamos de lastros adicionais para conseguir afundar e encontrar o ponto de flutuabilidade mais agradável com o ajuste do ar dentro do colete. Fundamental ter boas noções de flutuação pois há momentos que passamos raspando nas paredes entre as aberturas do caminho.

É bom lembrar que o instrutor sempre guia o grupo com um tanque adicional. É interessante ver que no meio do caminho costumam existir outros tanques de segurança, caso algum equipamento venha a falhar. Para quem tem bom controle da respiração o tanque sempre voltará com ao menos 30%, mas o guia estará sempre disposto a ajudar os mergulhadores que consomem mais ar do que o normal. Final do primeiro mergulho, voltamos para a superfície, tiramos as roupas, nos aquecemos e nos hidratamos.

Seguindo o líder na linha que conecta os roteiros submersos
Seguindo o líder na linha que conecta os roteiros submersos

Com a paradinha curtíssima, rapidamente voltamos para a água para esvaziar mais um tanque. Na segunda vez ficamos mais do que uma hora submersos, poderíamos ficar até mais, segundo o guia, pois teoricamente, devido à baixa profundidade, poderíamos trocar cilindros em baixo da água e continuar mergulhando pelo dia inteiro, o problema maior é o risco de hipotermia, pois a água é realmente muito fria. Outro mistério que rondam essas cavernas submersas em território mexicano diz que elas de alguma forma possuem conexões mútuas e inclusive algumas delas chegam a possuir saída para o mar. Eu fiquei com isso na cabeça enquanto deslizava pelas cavernas explorando seu interior.

Cenote Dós Ojos - Riviera Maya - México
Cenote Dós Ojos - Riviera Maya - México

Ao final do mergulho a brincadeira de seguir o líder ficou mais rápida e intensa. A cada salão submerso que adentrávamos dava para perceber a beleza estonteante das cores da caverna variando conforme os raios de luz do exterior venciam a escuridão dos canais que compõem a rota do mergulho. Para ter noção da beleza com riqueza de detalhes visuais, não deixe de assistir ao vídeo que vem logo a seguir e de deixar o seu comentário na caixa que vem depois, será um prazer ouvir seus comentários a respeito desse lugar fantástico na Riviera Maya!


Mergulho no Cenote Dós Ojos - Tulum - México

Veja nossas últimas matérias
Clique para ver mais matérias