10 lugares que não podem faltar no seu roteiro de viagem em Nova York

Uma viagem até a cidade considerada capital do planeta não estará completa até que você conheça a relação de 10 lugares espetaculares que compilamos hoje. Veja quais são alguns dos lugares que não podem faltar na sua viagem até New York City.

New York City, the city that never sleeps! O que poderia recomendar em uma cidade que nunca dorme?! Poderíamos viver várias vidas nos arredores de Manhattan e acabar sem conhecer ou realizar todas as atividades que este destino proporciona a seus visitantes. Todos os dias vários amigos e leitores do blog insistem em me pedir dicas e auxílio na definição do itinerário de viagem na cidade que considero ser a capital do planeta. Dentro de uma única viagem a NYC é possível desenhar várias alternativas de tours, passeios e lugares que não podem ser deixados de lado em uma viagem à Big Apple.

Sinceramente eu poderia escrever sobre um milhão de lugares a serem incluídos na sua visita a esta megalópole dos Estados Unidos, porém hoje venho até aqui para enumerar 10 dos lugares que definitivamente não devem deixar de ser visitados pelas pessoas que querem conhecer alguns dos principais marcos urbanos e bairros que conseguem facilmente descrever a história de Nova York.

1 - Ponte do Brooklyn

Ponte do Brooklyn
Ponte conectando os distritos de Manhattan ao Brooklyn

Um dos lugares mais legais para obter as primeiras impressões sobre Nova York. Um passeio pela ponte do Brooklyn logo nas primeiras horas do dia pode lhe proporcionar algumas das melhores vistas da face sul de Manhattan, além de ser uma excelente atividade para ser realizada ao ar livre. Existe um corredorzinho onde pedestres e ciclistas disputam o espaço para cruzar dos distritos do Brooklyn para Manhattan ou vice-versa. Ostentando ares góticos em seu perfil arquitetônico, esta ponte levou 14 anos para ser construída, custou mais de 188 milhões de dólares e quando foi finalizada no ano de 1883, era a maior ponte suspensa do mundo, transformando-se em referência para o turismo local e para a engenharia moderna.

2 - Brooklyn Bridge Park

Parque da Ponte do Brooklyn
Depois de conhecer a ponte, visite o Parque da Ponte do Brooklyn

Depois de cruzar a ponte do Brooklyn desde Manhattan, eu recomendaria uma paradinha para tomar um ar (e quem sabe um sorvete) em um dos parques urbanos mais charmosos de Nova York, o Brooklyn Bridge Park é um agradável lugar para fazer caminhadas com a constante vista de uma das maiores obras urbanas existentes em nosso planeta, o distrito de Manhattan. O que transforma este parque do Brooklyn em algo realmente único é seu posicionamento estratégico ao longo do East River (Rio Leste), sendo o lugar perfeito para fotógrafos e amantes de grandes paisagens urbanas. É de tirar o fôlego de qualquer apaixonado por NYC. Vá durante o dia para caminhar e durante a noite para se maravilhar com o acender das luzes! Eu recomendo isso, mas na verdade na próxima vez que eu conseguir voltar a esta metrópole, quero mesmo é visitar esse parque no pôr do sol! Deve ser um grande espetáculo!

3 - Brooklyn

Descobrir e se surpreender com os bairros do Brooklyn
Descobrir e se surpreender com os bairros do Brooklyn

E já que estamos no Brooklyn por que não nos entregarmos à perdição?! Considerado como o primeiro subúrbio dos EUA, hoje este é um dos redutos boêmios e alternativos da Big Apple. Eu gosto muito de conhecer lugares novos e me encantar com as particularidades de cada um dos boroughs (distritos) de Nova York.

Marque as ruas principais, faça as combinações de baldeamento nos trens do metrô e conheça um mundo novo dentro do próprio destino. Caminhar por ruas de grande movimento não deve ser perigoso com luz do dia, porém é bom evitar algumas ruas mais afastadas e desertas durante a noite. Entre os principais bairros recomendo os seguintes: Brooklyn Heights (bairro mais elegante localizado a apenas 5 minutos de metrô do centro de Manhattan), Williamsburg (norte do Brooklyn, enorme diversidade social e étnica), Park Slope (oásis urbano no meio do Brooklyn, seria o Central Park deste distrito de NYC).

4 - Top of The Rock

Topo do Rockefeller Center
Topo do Rockefeller Center

De volta a Manhattan, definitivamente ainda temos muito o que ver e como sempre parece que o tempo nunca é suficiente para tudo em uma visita a NYC. Falando em lugares interessantes para admirar a vista da metrópole, eu gosto muito do que podemos conseguir ao conhecer o topo de um dos edifícios mais importantes desta cidade, o Rockefeller Center e sua atração principal: o Top of The Rock. Com alguns dólares é possível ir até a plataforma de observação e tirar fotos espetaculares do Central Park (na vista obtida para o norte) e do Empire State Building, outro lugar que relacionamos nesta matéria e que também merece a sua visita.

5 - Empire State Building

Vista do topo do Empire State Building
Vista sensacional no topo do Empire State Building

E por falar em altura, outro ponto fundamental para complementar brilhantemente sua visita à Big Apple é visitar o Empire State Building e subir até o deck de observação (acima dos 100 andares a propósito). Este arranha-céu nova-iorquino foi considerado por mais de 40 anos como o maior edifício do mundo e diferentemente da Ponte do Brooklyn, o estilo arquitetônico aplicado em sua construção foi o Art Déco. Clique no link a seguir para conhecer mais sobre esse passeio: visita ao topo do Empire State Building.

6 - Times Square

Times Square em Manhattan
Times Square (Praça do Tempo), coração de Manhattan

Impossível visitar Manhattan e a cidade de Nova York sem incluir uma passadinha pelo coração desta selva de pedra, a Praça do Tempo (Times Square). É o lugar onde podemos encontrar a maior concentração de turistas, lojas e luminosos em Manhattan. Acredito que por mais turístico que seja esse lugar, sempre que visitamos NYC merecemos dedicar ao menos alguns minutos passando por esse lugar. Bônus é encontrar um lugar na escadinha que fica no centro da praça, sentar lá no topo e ficar por algumas horas por ali jogando conversa fora com alguém especial e também tentando entender um pouco de tudo que acontece ao redor (você pode ver a escadinha na foto anterior).

7 - Chinatown

Chinatown em Manhattan, Nova York
Conhecer as esquisitices de Chinatown, o maior bairro chinês de NYC

Eu amo caminhar sem rumo nessas Chinatown's dos EUA. Fato é que existe uma Chinatown diferente para cada grande metrópole dos Estados Unidos. Eu sou aficionado por caminhar em lugares assim, repletos de coisas interessantes para ver e comer, com preços acessíveis e até certo ponto contando com a camaradagem da chinesada :) Caso opte por conhecer a Chinatown de Manhattan, não deixe de comprar sashimi fresco nas bancas de peixe, de tomar cerveja importada da Ásia pagando menos de um dólar e de comprar qualquer bugiganga nas lojas intermináveis com artigos para decoração que você encontrará por essas bandas de Manhattan.

8 - Chelsea Market

Chelsea Market em Manhattan
Mercado do bairro Chelsea, o mais descolado de Manhattan

E por falar em compras, outro lugarzinho que merece sua visita, esse um pouco mais americanizado, com menos coisas estranhas que as que você encontrará em Chinatown é o Mercado do bairro Chelsea. Um dos mercados mais descolados deste destino nos EUA, aqui os turistas encontrarão facilmente várias alternativas de alimentação de altíssima qualidade, além de poder visitar lojas e passear pelos corredores com decoração urbana alternativa.

9 - High Line

High Line em Manhattan - Nova York
Linha Alta (High Line), parque suspenso construído nos trilhos de uma linha de metrô desativada

Ao sair do Chelsea Market, atrás da entrada principal do grande edifício que ele ocupa, é possível acessar o parque urbano mais alternativo de toda Nova York, o High Line, um parque linear construído nos trilhos de uma via férrea que conecta 3 bairros que são relativamente pouco visitados, o Meatpacking, West Chelsea e Hell's Kitchen/Clinton. Edificado ainda no ano de 2009, o High Line fica a 8 metros de altura, estendendo-se por 19 quadras. Caminhando ao longo deste parque suspenso é possível conhecer galerias de arte, estúdios de design, lojas, restaurantes, museus, além de contemplar as apresentações de artistas de rua que frequentemente se apresentam por ali. Um jeito bem diferente de conhecer a cidade sem pagar nada, imerso em meio a um dos parques mais lindos que já visitei na vida.

10 - Ferry para a Staten Island

Estátua da Liberdade admirada desde o ferry grátis para a Staten Island
Estátua da Liberdade admirada desde o ferry grátis para a Staten Island

Não menos importante do que qualquer um dos itens relacionados nesta matéria, é a oportunidade de fazer um tour grátis pelo Rio Hudson passando bem pertinho da Estátua da Liberdade. Opte por realizar esse passeio no final do dia para ter o brinde adicional de contemplar o sol se pondo à sombra da estátua mais emblemática dos EUA. O passeio dura nada mais do que 30 minutos, são operadas por balsas que funcionam 24 horas por dia durante 7 dias da semana.

11 (Bônus) - Perder-se na Big Apple e encontrar coisas legais pra fazer!

Tulipas em Nova York
Canteiro de tulipas na primavera nova-iorquina

Eu poderia escrever durante todo o dia (mês, e ano também) que sem dúvidas não conseguiria esgotar os atrativos existentes para os turistas que desejam conhecer Nova York. Já visitei a Big Apple 3 vezes na vida e confesso que poderia visitá-la por várias outras oportunidades, ainda sem conseguir conhecer tudo aquilo que é possível ver e viver em uma cidade com tanta intensidade. Minha dica mais valiosa para que sua viagem seja um sucesso: planeje bem o que você quer ver antes de viajar e VIVA CADA SEGUNDO COMO SE FOSSE O ÚNICO enquanto estiver caminhando pelas ruas e becos da cidade que nunca dorme ;)

Veja nossas últimas matérias
Clique para ver mais matérias