Diário de bordo de Luiz Jr. Fernandes

Rockefeller Center e o Top of The Rock

Além de um dos principais Marcos Históricos de Nova York, este é o destino ideal para aqueles viajantes que desejam ter uma bela e privilegiada vista panorâmica de Manhattan.

Encontre o Post!

Esta é simplesmente um dos importantes marcos históricos dos Estados Unidos, e de maior orgulho também. Tem fundamental e expresiva significância para a história deste país. Foi adicionado ao Registro Nacional de Lugares Históricos ainda no ano de 1987 e hoje é sem dúvidas um dos principais lugares turísticos da cidade de Nova York.

Muito além de seu deck de observação, o Rockefeller Center (ou Rockefeller Plaza) é um grandioso complexo de 19 edifícios de comércio entre as ruas 48 e 51, coração de MidTown. A grande sensação deste conjuto de prédios é a gigantesca árvore de natal de cerca de 23 metros de altura, com 12 de largura, verdadeiro pinheiro natural, que é ornamentada no inverno, ao lado de uma grande pista de patinação no gelo.

Conheer o Rockefeller e consequentemente subir ao Top of The Rock é um programa turístico para todos os estilos de viajantes. Creio que esta foi a atração que mais aguardei pela oportunidade de visitar. E isso pois a vista que você tem de Manhattan lá de cima é simplesmente FENÔMENAL!!

Rockefeller Center a noite - pista de patinação no gelo
Rockefeller Center a noite - pista de patinação no gelo

Como visitei NY em novembro de 2011, consegui sentir um pouco do frio que assola o hemisfério norte no fim do ano, enquanto nós aqui no Brasil estamos desfrutando de um verão bem quente, eles se preparam para o inverno que virá nos próximos dias. O grande dia esperado por todos os novaiorquinos é quando inauguram a iluminação da grande árvore, depois do Thanksgiving.

E eu faço votos de que no dia de sua visita ao Top of The Rock, que o tempo esteja tão lindo como foi no dia que subi até o topo. Céu azul e clima ameno! No meu roteiro esta atração estava em primeiro plano, então consegui flexibilizar a visita a todos os outros lugares para que eu tivesse tempo suficiente para conhecer esse lugar em um dia que não estivesse chuvendo ou nublado - esta foi uma das melhores decisões dessa minha estadia em NY!

Ruas de Manhattan - Nova York
Caminhando pelas ruas de Manhattan para subir ao Topo do Rockefeller

A foto inicial desta publicação é de O "Atlas", uma imensa estátua de bronze, localizada exatamente na entrada do Rockefeller com sua face voltada para a Quinta Avenida. Uma autêntica obra em Art Déco, ela foi inaugarada ainda antes da Segunda Guerra Mundial, em 1937, representando o titã Atlas, segurando o globo terrestre, assim como conta a mitologia.

O Rockefeller hoje abriga diversas lojas e integra serviços aos novaiorquinos. Desde as ruas 47 até a 51 e da Quinta até a Sétima Avenida, existem diversas lojas e restaurantes com acesso livre para as pessoas que optam por conhecer as dependências deste mega complexo de edifícios da cidade de Nova York. Se você é o tipo de turista que ama shoppings então é bem provável que valha a pena investir um pouco mais de tempo nas dependências do Rockefeller. Visitei-o apenas com o intuito de subir ao topo de observação para sentir a cidade e acabei concluíndo ser mais satisfatório ficar o dia todo por ali. São várias as opções de comércio e gastronomia, além é claro do ambiente agradabilíssimo que pode ser desfrutado entre uma e outra loja.

Uma leve burocracia ao comprar o ticket
Uma leve burocracia ao comprar o ticket

E já até havia me deparado com o quiosque para a venda dos tickets na noite anterior. Fui direto até este lugar para comprar minha entrada e descobri que não estavam vendendo o ticket ali. Teria que entrar no Rockefeller e comprar lá mesmo o meu passe para realizar a visitação do Top of The Rock.

Ticket em mãos, agora era só aguardar a minha vez!
Ticket em mãos, agora era só aguardar a minha vez!

Foram-me cobrados U$ 25,00 - referentes à entrada de um adulto e de quebra ainda me cobraram mais U$ 2,00 pelo viewfinder. No total, U$ 27 e eu estava good to go!

Prepare sua serenidade para as filas. São enormes, e opte por comprar seu ticket anteriormente, para evitar qualquer aborrecimento. A entrada é vinculada ao horário da sua visita. No meu caso, comprei para as 11:45, e aguardei alguns minutos até a hora da minha visitação começar. Ainda concluí que existiu uma certa burocracia para controlar o acesso de todos, visto que muitos turistas não conseguiam ler que o acesso ao passeio só seria liberado a partir da hora marcada no ticket.

Acredito ainda que não visitei esta atração na melhor hora do dia. Deveria ter deixado para ir conhecer o Top of The Rock por volta das 4 e meia da tarde, e assim conseguiria apreciar a vista durante o dia e ao cair da noite. Vale a pena lembrar que o preço do ingresso (que pode ser adquirido via internet) sofre uma leve alteração conforme o horário escolhido para a visita. No nascer ou pôr do sol, o preço é de U$ 38,00 para adultos e U$ 20,00 para crianças ( o valor dos outros horários para crianças é de U$ 16,00).

Detalhes da decoração e arquitetura do Rockefeller
Detalhes da decoração e arquitetura do Rockefeller

Bem em frente a pista de patinação no gelo existe uma mega loja dos correios. No subsolo encontram-se lojas de grifes famosíssimas, tais como Swarovski, Lenny's, Starbucks, Game Stop, At&T, Hale & Heart, Alpha Photo, Ben & Jerry's e tantas outras estão disponíveis para aqueles que desejam fazer umas comprinhas antes de subir até a cereja do bolo.

No nível da rua, voltado para a rua 48 estão algumas lojas e bancos, tais como First Republic Bank, Citibank, Brookstone, Aldo, Christies e a Nintendo World. Voltados para a rua 49, temos a loja da NBC (experience), J. Crew, Kous Martin Jewelers, Banana Republic. Algumas outras lojas de renome internacional que estão no Rockefeller Center são: LEGO STORE, Brooks Brothers, Radio City Music Hall e tantas outras.

A foto mais tradicional feita no Rockefeller
A foto mais tradicional feita no Rockefeller

A visitação começa com todos se dirigindo para uma grande sala onde os visitantes são recepcionados e é exibido um vídeo, contando um pouco da história do complexo de prédios, e alguns detalhes sobre a construção do Rockefeller. Eu queria pular essa parte e ir direto para o deck de observação, mas não é permitido, e todos os visitantes devem realizar a trajetória proposta, que inclui inclusive uma foto, como a anterior, dos operários sentados na estrutura metálica. É claro que este é um serviço a parte e pode ser ignorado caso seu objetivo seja parecido como o meu, subir no topo do Rock.

Aguardando a entrada e primeiras impressões
Aguardando a entrada e primeiras impressões

Logo depois do vídeo, acontece algo bem interessante - é necessário pegar um elevador (segundo eles é o mais rápido de NY), que subirá até o observatório. Enquanto subíamos, luzes, flashes, uma filmagem/música é transmitida no teto de acrílico do elevador.

E finalmente, quando saímos do show exibido no elevador, eis que nos deparamos com a fantástica vista de Manhattan.

A bela vista de Manhattan desde o topo do Rockefeller Center
A bela vista de Manhattan desde o topo do Rockefeller Center

Existem dois decks de observação. O primeiro é rodeado por vidros. Já o segundo, um pouco mais acima, é livre, o melhor na minha opinião, onde o ventinho do fim do outono novaiorquino pode te fazer petrificar! É muito frio! Leve agasalhos para que você possa ter um pouco mais de conforto no decorrer da sua visita, principalmente se visitar NY no fim do outono e início do inverno (novembro-dezembro).

Logo ao visitar este lugar você entenderá os motivos de ter considerado-o a cereja do bolo no Rockefeller Center. A vista panorâmica de Manhattan é privilegiada. De um lado o norte até o Harlem (e Bronx) no sul, todos os edifícios de Midtown e especialmente o mais famoso deles - o Empire State Building.

Vista do Empire State Building desde o Topo do Rock.
Vista do Empire State Building desde o Topo do Rock.

A experiência é inigualável. Voltaria várias vezes a NY e em todas elas faria questão de dar um pulinho nesse lugar! Afinal de contas, de que outro lugar você conseguiria ter uma vista tão privilegiada?! Creio que melhor do que pode ser visto aqui apenas em um voo panorâmico de helicoptero. Mas onde encontraríamos um voo por U$ 25?! Sem dúvidas a opção mais acessível e econômica para quem quer ter uma visão geral da selva de pedra novaiorquina.

Central Park fotografado desde o Top of The Rock
Central Park fotografado desde o Top of The Rock

Sabem de outro detalhe que foi muito legal neste passeio?! No topo do Rockefeller Center existe internet wi-fi grátis. Inovação?! Claro que não! Puro marketing! Eles sabem da importância dos compartilhamentos que os turistas fazem ao vivo lá de cima! Fato é que não há vista mais privilegiada em toda a cidade. Você pode até querer conhecer o topo do Empire State (não foi dessa vez que o conheci), mas o legal mesmo é apreciar a vista desse próprio edifício! E para isso não tem outro jeito - é só no Top of The Rock que você tem condições de apreciar a imponência deste outro gigante de pedra de Manhattan.

Realizamos algumas gravações em vídeo para registrar e compartilhar a vista que os turistas tem desde o topo do Rock.


TV Boa Viagem no Topo do Rock

O tempo não é regulado! Fique tranquilo para fazer a sua visitação, registrar as suas fotos e vídeos sem muita pressa! Apesar dos milhares de turistas que passam por aqui diariamente, é fácil perceber a paz que este lugar é capaz de proporcionar. Aqui também percebi que sou era um tanto quanto insignificante perto de tamanha grandiosidade. Agora, confira alguns dos bairros de Manhattan que podem facilmente ser observados lá de cima!

Um pouco mais do que é possível avistar
Um pouco mais do que é possível avistar

E a vista pode se potencializar caso você leve uma lente de 300mm. :D A minha sigma fez a festa! Inclusive consegui registrar boas fotos do norte da Ilha de Manhattan!

Harlem, Estátua da Liberdade e algumas ruas de Midtown
Harlem, Estátua da Liberdade e algumas ruas de Midtown

E até mesmo o lugar mais grandioso de NYC (Times Square) pode parecer apenas mais uma ruazinha de Manhattan, caso você consiga encontrar essa região lá de cima!

Um pedacinho da Times Square também avistada lá de cima
Um pedacinho da Times Square também avistada lá de cima

E aí, curtiu?! É realmente uma vista incrível! Entrei às 11:45 e saí às 16:30. Foram mais de 4 horas apreciando os arranha-céus de Nova York. Você já visitou esse lugar? O que achou?! Vale muito a pena, não é mesmo?! Compartilhe conosco sobre a sua experiência na caixa de comentários logo a seguir e aguarde novas publicações muito em breve sobre as minhas experiências na "capital do planeta". Se você gostou, então pode valer muito a pena uma visitinha na nossa galeria de fotos do Top of The Rock e Rockefeller Center - lá tem lindas fotos de nosso passeio completo!

Luiz Jr. Fernandes

Analista de TI, empresário, fotógrafo e viajante.
Perfil do autor no , facebook e twitter.

Veja seu destino aqui Saiba como anunciar

  Se gostou, então é provável que goste também...

-